REALIZAÇÕES

PETIANA MARIA DA LUZ FONSECA REALIZA PESQUISA DE CAMPO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

Maria da Luz Fonseca, bolsista do PET de Humanidades e Letras da Unilab, viaja para São Tomé e Príncipe para realizar pesquisa de campo intitulada A “Fabricação” de um desenvolvimento Sustentável para a Ilha do Príncipe: O Abrigo Social e Ambiental. A pesquisa, que possui orientação da Profa. Dra. Carla Susana Abrantes, trata dos investimentos turísticos que estão sendo implementados na comunidade da “Roça” Sundy (ilha do Príncipe) pela empresa Sul Africana HBD.

O objetivo é compreender o modelo de desenvolvimento a ser executado e os seus possíveis impactos sociais e ambientais.
Transcrevemos a seguir um breve relato da estudante com suas considerações sobre a pesquisa:
“O campo tem um caráter delicado e paciente, onde o pesquisador procura- de forma natural, ética e responsável- entrar em contato com a população local. É necessário haver um engajamento, uma vontade que não nos faça perder o foco do objeto estudado. Ainda que principiante, está sendo uma experiência bastante interessante e proveitosa, sendo que tento e procuro, de forma cuidadosa, colocar o que aprendi nos muros da universidade. Outro aspecto que julgo importante diz respeito a essa liberdade que nos é dada para explorarmos outros lugares além da universidade. Certamente nos ajudará a crescer enquanto pesquisadores, estudantes e, não menos importante, enquanto pessoas sensíveis, capazes de olhar o outro com respeito e com a responsabilidade de não os colocar na condição de vulnerabilidade e de julgamento.

Para finalizar, sinto uma alegria enorme em poder realizar a pesquisa e posteriormente poder defendê-la depois de todas essas jornadas. Não poderia deixar de salientar a importância de trazer este tema que é bastante pertinente para discussão, de podermos pensar juntos como o capitalismo condiciona as nossas vidas através desses modelos de desenvolvimentos avaliados para servir à elite…
Nota: nada melhor que estar em casa depois de dois anos e sete meses”. (Maria da Luz Fonseca / 02/08/17)

BOLSISTA PET É ELEITO DIRETOR EXECUTIVO DE UNIVERSIDADES PÚBLICAS DA UNE

Mário Magno de Oliveira Silva, bolsista e representantes estadual do PET de Humanidades e Letras da Unilab, 22 anos, graduando em Humanidades, foi eleito pelo Coletivo Kizomba na Chapa “Frente Brasil Popular: A unidade é a bandeira da esperança”, no 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes, que ocorreu nos dias 14 a 18 de julho, na Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, no maior congresso estudantil da América Latina que contou com a participação de mais de 15 mil estudantes de todo o país e diversas partes do mundo.

A UNE é a entidade de máxima representação estudantil e conta com uma grande rede de Federações e Executivas de Cursos, Uniões Estaduais, Regionais e Municipais de Estudantes – UEEs, Diretórios Centrais Estudantis – DCEs e Diretórios e Centros Acadêmicos – D.As e C.As e representa os 7 milhões de estudantes do ensino superior no Brasil.

Esse congresso representou a unidade do movimento estudantil em defesa da Educação e dos direitos do povo, aprovando resoluções que amplia a campanha pelas Diretas Já e por nenhum direito a menos.

A posse da nova gestão da entidade ocorrerá no dia 11 de agosto, dia do estudante, no largo do São Francisco, no Direito da USP. E durante os dias 14 a 18 acontecerá a Jornada de Lutas das Juventudes, cujo a temática é a Luta pelas Diretas Já e pela defesa da Educação Pública e gratuita.

Mais informações no link: :http://: http://www.une.org.br/

PETIANA EDUARDA FREITAS APRESENTA TCC SOBRE A PERCEPÇÃO DE ALUNOS COM RELAÇÃO AO INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR

A PETiana Eduarda Freitas, aluno do curso de Bacharelado em Humanidades da Unilab, apresentou, na tarde desta terça-feira do dia 1°de agosto, seu projeto de conclusão de curso intitulado “A percepção dos alunos da escola de ensino médio Almir Pinto com relação ao ingresso no ensino superior”. O trabalho teve a orientação do Prof. Dr. Sebastião André Alves de Lima Filho. Além do professor orientador, fizeram parte da banca os professores doutores Leandro de Proença Lopes e Jon Anderson Machado Cavalcante.

O projeto da estudante Eduarda Freitas pretende analisar os fatores que interferem na percepção dos alunos da escola Almir Pinto – Ocara, com relação ao ingresso no ensino superior, através de uma pesquisa-ação. O objetivo da pesquisa não é apenas descrever as percepções dos alunos, mas entender como elas se constroem para que seja possível buscar junto à comunidade escolar medidas e ações que fomentem essa percepção, para que, a partir de então, possa ser possível aumentar o índice de ingresso universitário da escola.

BOLSISTAS PET PARTICIPAM DE CURSO DE FORMAÇÃO POLÍTICA PARA MULHERES

Anna Érika Rocha Faustino e Jezabel Mitsa do Nascimento Gertrudes, bolsistas do PET de Humanidades e Letras da Unilab, participam do Curso de Formação “Fortalecimento político das mulheres para garantir e ampliar os direitos, promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia econômica”.

Para mais informações sobre o Curso, acesse o link: http://www.unilab.edu.br/…/unilab-e-entidades-promovem-cur…

PETIANOS EVILÁSIO NASCIMENTO E RANGEL SÁ LIMA DEFENDEM TCC

No último dia 27 de julho de 2017, aconteceram as defesas de TCC dos PETianos Rangel dos Santos Sá Lima e Evilásio do Nascimento Silva , ambos alunos do curso de Letras- Língua Portuguesa da Unilab.

Evilásio defendeu o artigo “Variação linguística: das discussões acadêmicas aos livros didáticos”, publicado em 2014 pela Revista “Ao Pé da Letra”.  A banca foi composta pelos professores Dr. José Olavo da Silva Garantizado Júnior  e  Dr. Kennedy Cabral Nobre. A professora Dra. Léia Cruz de Menezes, tutora do PET de Humanidades e Letras , participou da banca como orientadora do trabalho!

Confira o artigo no link: http://revistaaopedaletra.net/volumes/volume-16-2-revista-ao-pe-da-letra/

BOLSISTA PET TEM ARTIGO PUBLICADO EM REVISTA COM QUALIS B2

Foi publicado, no volume 18.2 da Revista “Ao pé da letra”, o artigo intitulado “A língua como um todo heterogêneo : realidade no material didático de Língua Portuguesa?”, de autoria do PETiano Rangel dos Santos Sá Lima (graduando do curso de Letras-Língua Portuguesa).

A revista ” Ao pé da letra” é classificada como qualis B2 pela Capes!

Confira o artigo no link:

Volume 18.2 – Revista Ao pé da Letra